Imagine um quebra-cabeça criado pela natureza, no qual cada pecinha representa uma linda ilha, que, ao lado das demais, completa um cenário que deixa qualquer viajante boquiaberto.

Phuket | Crédito: Shutterstock

Phuket | Crédito: Shutterstock

 

Por Blog Segue Viagem

Pois é exatamente assim o mapa da região sul da Tailândia: vários pedacinhos de terra que, juntos ou separados, são o retrato fiel do conceito que grande parte das pessoas tem sobre o paraíso.

Dispondo de uma seleção gigantesca de praias multifacetadas, banhadas, na costa leste, pelo Golfo da Tailândia e, na costa oeste, pelo Mar de Andaman, é nesta última que se encontram Phuket, Krabi, Railay Beach, Phi Phi e Maya Bay, algumas das protagonistas da região.

RITMO QUENTE

 

Na maior ilha da Tailândia, localizada a menos de 90 minutos de voo de Bangkok, a diversão rola solta 24 horas por dia, em todos os sentidos. Endereço de praias com megainfraestrutura turística, a exemplo da urbana Patong, e de refúgios mais tranquilos, como as belíssimas Karon Beach e Kata Beach, Phuket é uma predileção sem erro para quem procura por agito, paisagens encantadoras, um deslumbrante pôr do sol e, sobretudo, um ponto de partida para os demais tesouros de areia clara e águas reluzentes do país.

UM RESPIRO DE SERENIDADE

Railay Beach – Krabi | Crédito: Shutterstock

Railay Beach – Krabi | Crédito: Shutterstock

Além de Phuket, outro hub utilizado com frequência pelos turistas rumo às ilhas da região é a província de Krabi. Excelente parada para os passageiros que preferem calmaria com um quê de comodidade, durante uma passagem por lá vale – e muito! – adicionar ao itinerário ao menos um pernoite na fabulosa Railay Beach, península a curta distância de Krabi (algo em torno de 15 minutos de barco) e o exemplo clássico das ilhas tailandesas: magníficas praias de areias douradas e mar cristalino, que varia entre as tonalidades verde e azul, adornadas por esculturas montanhosas gigantescas e graciosos barquinhos ao estilo “long tail boat” (barcos de cauda longa).

PHI PHI ISLANDS, AS DONAS DO PEDAÇO

Phi Phi | Crédito: Shutterstock

Phi Phi | Crédito: Shutterstock

Destino dos sonhos de milhares de viajantes, as Ilhas Phi Phi (a pronúncia é “Pi Pi” mesmo) merecem a boa fama que têm. Afinal, como não cair de amores por um horizonte de natureza sem fim, fruto de um espetáculo promovido pela união hipnotizante entre céu, terra e mar?

Acessado apenas de ferry boat (balsa), com saídas de Phuket e Krabi, e considerado um dos pontos obrigatórios de visita no sul tailandês, o arquipélago de Phi Phi pode ser dividido em duas ilhas centrais: Ko Phi Phi Don, com praias lindíssimas e tida como a base hoteleira, comercial e festeira da região, e Ko Phi Phi Leh, ilha cinematográfica que ganhou notoriedade internacional graças à paradisíaca Maya Bay, a qual, inclusive, foi um dos cenários do aclamado filme “A Praia”, estrelado pelo ator norte-americano Leonardo DiCaprio.

No arquipélago, mais do que o visual arrebatador, é possível se esbaldar em trilhas, mergulhos, passeios de barco e/ou caiaque, ótimos restaurantes, festas animadíssimas e mais uma série de atividades surpreendentes que representam muito bem o espírito da Tailândia: um lugar onde os cinco sentidos falam mais alto e que sempre deixa saudade na hora de voltar para casa.

UMA JORNADA PELA ÁSIA

Conheça o Oásis tailandês de areia, sol e mar 1

Uma vez na Tailândia, que tal recomendar ao seu cliente uma expedição desbravadora pelos países coladinhos ao antigo Reino de Sião? Opções tentadoras não faltam: Camboja, Vietnã, Myanmar, Laos, Malásia e Cingapura, por exemplo, são ótimas pedidas para saciar o gostinho de quero mais!

Quer mais? Fale com a Exo Travel. Encontre o pacote perfeito para a Tailândia ou qualquer outro paraíso oriental.

Original: www.segueviagem.com.br/blog/um-giro-pelo-sul-o-oasis-tailandes-de-areia-sol-e-mar/